Estudo da fosforescência nos selos ordinários de 1974/75 RHM 552/556

No final dos anos 1950 algumas administrações postais começaram a revestir os selos com bandas ou faixas de fósforo, para fazer a triagem postal eletrônica e o cancelamento por máquinas automáticas. A tinta fosforescente é praticamente invisível a olho nu, mas as máquinas de triagem podem vê-la utilizando-se de fontes de luz ultravioleta.

Leia o artigo completo.

As mulheres na filatelia e as mulheres filatelistas

O Correio Brasileiro sempre mereceu o respeito de todos os filatelistas pelos selos homenageando as mulheres brasileiras. A série Mulheres Famosas de 1967-1969 (O526/O-531) é uma que me chama a atenção. Todas estas mulheres foram corajosas earrojadas no que fizeram, mas três delas me chamaram muito a atenção:

Leia o artigo completo.

Samuel Luke Fields

O famoso trabalho de 1887, “The Doctor”, retrata um médico em uma visita domiciliar. Ele está cuidando do filho doente de um trabalhador empobrecido; a cama é improvisada sobre duas cadeiras juntas. A figura central é o imponente médico olhando atentamente para o paciente, enquanto ao fundo o pai olha impotente com a mão sobre os ombros da esposa chorosa.

Leia o artigo completo.

Tirando ferrugem de envelopes e inteiros postais

O cloro da água sanitária é um branqueador químico usado dissolvido em água para tirar a ferrugem dos selos. Aprendemos a colocar os selos dentro da mistura (água sanitária e água de torneira), ficar aguardando branquear e em seguida colocar em outra bandeija com água simples.

Leia o artigo completo.

Crianças desaparecidas: a dor da saudade e da dúvida

…o desaparecimento de qualquer criança se torna um problema social grave e porque não um problema de saúde pública? O problema não se limita somente a uma criança desaparecida, mas se estende a uma mãe, a uma família, a sociedade, a polícia, ao serviço de saúde e tantas outras vertentes.

Leia o artigo completo.

Miguel de Cervantes Saavedra

Aos 22 anos, em 1569 após ferir em um duelo Antonio Sigura, um mestre construtor, foge para Itália, a serviço do Cardeal Acquaviva para evitar uma “sentença ameaçadora”. Nesta época já havia publicado quatro poesias. Na Itália torna-se um soldado. Sua participação na batalha de Lepanto, no ano 1571, onde foi ferido na mão e no peito, deixa-lhe inutilizada a mão esquerda que lhe vale o apelido de o manco de Lepanto.

Leia o artigo completo.